Ubuntu 10.10 sem aptitude


Estreiando o meu Ubuntu 10.10 veio o choque de perceber que o aptitude não está mais presente entre nos. Quer dizer, ao menos por padrão. Agora é necessário instalar usando:

$ sudo apt-get aptitude

Segundo o Br-Linux (sempre ele), isso foi feito apenas com o intuito de liberar 10-13 Mb para o CD.

DejaVue, guardando as alterações dos dados do seu modelo usando o MongoDB


A Riopro está lançando uma nova Gem chamada DejaVue. Essa Gem permite o versionamento dos dados de seus modelos de forma simples. Fortemente baseada no PaperTrail, ela se possui três diferenças principais:

  • O armazenamento das versões se dá no MongoDB (banco de dados não sql).
  • Ela permite também armazenar objetos relacionados ao modelo (contanto que o relacionamento seja um para um), de forma que o objeto possa ser visto exatamente como ele era quando foi alterado. Por exemplo, ao alterar um Post do seu Blog (um modelo BlogPost) o DejaVue pode guardar no histórico como estava o objeto do Usuário (um modelo User relacionado) que criou o Post naquele momento. Isso permite recuperar a versão do Post, mesmo que o Usuário seja apagado futuramente.
  • Além disso, o DejaVue permite guardar no histórico atributos acessíveis mas que não são persistidos junto com o objeto.

Adicionando assinatura de repositórios de terceiros ao seu Ubuntu


Quando você inclui novos repositórios ao apt.sources do seu Ubuntu (ou Debian), é normal que as assinaturas dos pacotes não possam ser conferidas por inexistência de chaves GPG no seu computador. Isso gera warnings chatos, como o abaixo:

W: Erro GPG: http://linux.dropbox.com lucid Release:
As assinaturas a seguir não puderam ser verificadas
devido à chave pública não estar disponível:
NO_PUBKEY FC918B335044912E

Para deixar de receber esses warnings, só tem um jeito: cadastrar as chaves GPG no seu computador. Para isso, a primeira coisa é baixar a chave GPG para de um domínio que armazene chaves públicas. Para isso, usamos o comando GPG:

Previous Posts

Acabaram as desculpas para não usar css sprite na sua aplicação!


Webrat: usando o have_tag, with_tag e o have_selector


Riopro na Olimpíada do Conhecimento SENAI


authlogic e subdomain_fu: configurando corretamente o escopo


Testes de integração usando webrat, rspec, authlogic e subdomain_fu


Recuperando fotos de um cartão Sony usando o recoverjpeg no Linux


Converter várias imagens em 1 único arquivo pdf


Bem-vindo ao blog da Riopro

A Riopro é uma empresa especializada em serviços e produtos de gestão empresarial, sediada no Centro da cidade do Rio de Janeiro, que fornece soluções personalizadas para empresas que buscam tecnologia para melhor gerenciar seus negócios.

Categorias

Meta

Últimos Comentários